domingo, 10 de março de 2013

O TURFE BRASILEIRO ESTA DE LUTO COM O FALECIMENTO DE SÉRGIO RESENDE.


Faleceu às 6 horas da manhã de hoje, em razão de choque séptico, pneumonia e insuficiência renal crônica, aos 78 anos, o cronista de turfe Sérgio Rezende, popularmente conhecido como “professor” Rezende.

Ele atuou no turfe a vida inteira. No rádio, em jornais, na TV Turfe (como apresentador, comentarista e indicador) e na TV Jockey (indicando as corridas da Gávea para São Paulo). Além disso, mantinha uma coluna semanal no Jornal do Turfe e fez parte da primeira equipe de colunistas do site Raia Leve.

Torcedor do Fluminense (no futebol) e do Haras Fronteira, da Fazenda Mondesir, do Haras Santa Ana do Rio Grande e do Stud TNT (no lado turfístico), foi homenageado pelo saudoso Mario Belmonte Moglia, que deu a um dos produtos do Haras Fronteira o nome Her Professor, que chegou a ser ganhador clássico. Era fã dos textos de Milton Lodi e apreciador das narrações de Roberto Casella e Gerson Borges de Macedo.

Rezende deixa viúva dona Hercília (71 anos) e a filha Ana Paula Machado Marmo, de 41 anos. Será cremado, em cerimônia simples, no Cemitério do Carmo, no Caju, às 10 horas de amanhã.

Texto transcrito do site Raia Leve.