quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

FELIZ ANO NOVO!!!


   FÉRIAS!!!!!!!

Retrospectiva do turfe pernambucano - Parte II

JCPE
Retrospectiva do turfe pernambucano - parte II
Julho
- Na programação do dia 06 de julho, é disputado mais uma edição do clássico Viva Saúde, e Salgueiro com muita saúde foi lá e fez valer mais uma vez a força da farda azul estrelas brancas.  Stockholder, com M.Oliveira formou a dupla com Camp Nou em terceiro. Aventurado Given, do stud R&R ficou de fora dos 1.800 metros que foi percorrido por Salgueiro na marca de 118.4s.
No 1º páreo, o aprendiz D.Rodrigues comemorou a primeira vitória no turfe pernambucano ao levar A Big Winner (Stud Amanda & Luana Moleca) a foto da vitória. Bye Bey Baby formou a dupla com Satellit Signal, favorito chegou na última colocação.

- No 2º páreo, o potro Dapê do Depuguá fez uma ótima corrida e venceu com muita autoridade o prêmio Jocross/Viva Saúde, cravando o tempo de 62.8s para os 1000 metros. Just One, que corria muito no final formou a dupla.

- Robinson Crusoé, não deu mole e confirmou o favoritismo no 3º páreo, vencendo de poste a poste sob o comando de L.Henrique. Fofo Corredor, que lutou todo o percurso com o favorito, no final ainda perdeu a formação da dupla para Royal Pacific.

- No 4º páreo 1.700 metros, Intuition, castanho do Stud Asa Branca, Emplacou um poste a poste depois de uma acirrada briga com Energia experiente que cansou no final e teve que se contentar com a segunda colocação. Nohar completou a trifeta.

- No páreo de encerramento reservado para animais da raça pônei. Maçã, com Kleiton Lucas amparou o ataque fulminante de Pandora, que vinha voando baixo por fora, mas ficou na formação da dupla. Milk ficou em terceiro e Styllus na quanta colocação.

- Dia 27 de julho. O cavalo Camp Nou (Amigoni e Cache Cache), de propriedade do Stud 13, treinado por Marcio Lira Maciel, foi o vencedor do XVII Clássico Roberto Sá, principal páreo da programação do domingo no turfe pernambucano. O jóquei A. Mesquita esteve impecável na condução do vencedor  que marcou 122s6 nos 1.900 metros.

- O Srud Silver Blue Star retoma as atividades e estréia o animal Grand Central no clássico Roberto Sá.

- No total foram disputados oito páreos sendo o último para animais da raça pônei que homenageou a primeira dama do teatro pernambucano Geninha da Rosa Borges.  Miucha, com Wilkler Xavier venceu os 300 metros da prova.

- no 2º páreo o prêmio Beto Accioly em 1.700 metros. A dupla Aero-Bomb (stud L&M) e Lucky Star (Stud Cortez) proporcionaram o rateio milionário da reunião. A dupla 15, pagou R$. 126.40, para cada real apostado.

- Comissão de corrida libera matricula provisória para o jóquei redeador L.Soares.

- O jóquei pernambucano Fábio Silva recebeu convite para voltar a montar os animais do Stud São José dos Bastiões.

Agosto

- Devido a comemoração do dia dos pais no dia 10 de agosto, a comissão de corrida junto a com a direção do Jockey Club de Pernambuco  e membros da Prefeitura do Recife, decidiram transferir a data do grande Prêmio Prefeitura do Recife, do dia 10 de agosto (domingo), para o dia 09 de agosto (Sábado).

- No dia 09 de agosto, a programação é dedicada aos vencedores das estatísticas, e é disputado o grande prêmio prefeitura do Recife.
L. Soares estréia na Madalena e vence o primeiro páreo com Frenético,  do Stud Cortez

- O Stud DW, Dr. Djalma Wandeley e Djalma Almir Wanderley Neto, adquirem o castanho Icosaedro e reaparece depois de longo período de inatividade.   

- Desacreditado El Macareno vence o grande prêmio Prefeitura do Recife e brilha a estrela do estreante L.Soares.

- Numa tarde de tempo nublado e de bom público nas arquibancadas, o castanho El Macareno, filho de Nedawi e Zara Tonga, de propriedade do Stud Entre Amigos e treinado pelo jovem J. R. Cifuentes venceu com autoridade o GP Prefeitura de Recife, principal páreo deste sábado, dia 9 de agosto, no turfe pernambucano.

- Nos 1.800 metros do 4º páreo, o estreante Vantaggio (Stud Remar) saiu-se bem sob a condução do aprendiz A. M. Marinho e venceu com muita raça a prova em homenagem aos seus proprietários, campeões da última estatística. Doctor Stock, com o também aprendiz E. Lima formou a dupla.

-  Destaque para o Stud Amanda & Luana Moleca, que venceu o 2º e o 3º páreo, respectivamente, com A Big Winner e Royal Pacific, ambos montados pelo aprendiz D. Rodrigues, numa programação em que os aprendizes ditaram o ritmo.

- Na prova reservada a animais da raça pônei, vitória da alazã Maçã, com Luiz Henrique, que soube tirar proveito do prejuízo causado pela queda da joqueta mirim Erika Patrícia, que nada sofreu.

- No dia 24 de agosto é deputada a 1º prova da tríplice coroa pernambucana. Prova Especial Mossoró.

- Clever Missi, do Stud R&R não da chance aos adversários e impõe uma amarga derrota aos seus rivais nos 1.100 metros. Frenético formou a dupla, Dapê do Depiguá chegou em terceiro e Dr.Marcação na última posição. L.Soares conduziu a vencedora que cravou 68.8s para a distância.

- No 1º páreo, o alazão Bacun, estreante do do Stud Sampaio não teve muita dificuldade para derrotar Vulcano Danz que formou a dupla. O outro estreante Artistic Qualit ponteou quase todo o percurso, mas já nos 600 finais começou a esmorecer e chegou na última colocação.

- No tão esperado reencontro entre Fofo Corredor e Robinson Crusé no 2º páreo, o defensor do Stud São Nicolau Robinson Cruzoé foi superior e garantiu mais um pontinho nas estatísticas para o aprendiz L.Henrique, líder isolado na categoria de jóqueis, e para o treinador M.Ferreira. Fofo Corredor formou a dupla e Just Alone garantiu a trifeta.

-  Outra carreira muito disputada foi o 3º páreo a Chamada Especial Farfante. A Big Winner, Stud Amanda & Luana Moleca derrotou Felix Leo (Stud Cabeça Branca) em final de muito rigor. O jóquei J.Júlio (Felix Leo) reclamou de prejuízo sofrido na altura dos 300 metros finais, mas a comissão de corrida após analisar o filme da corrida optou pela confirmação do páreo.  Buratino Royal chegou na terceira colocação.

- Deu o troco. Energia Experiente (Stud Cabeça Branca) conquistou a primeira vitória na raia pernambucana ao derrotar em final de muito rigor  o cavalo de ferro Royal Pacific, do Stud Amanda & Luana Moleca. Uluru (Stud Remar) chegou em terceiros. Enegia Experiente cravou 96.8s para os 1.500 metros da Chamada Especial Balthazar. Animal do Stud Macasi, tríplice coroado no ano de 1985.

- Depois da vinda do jóquei cortejador L. Soares para turfe pernambucano, mais um cortejador veio tentar a sorte no turfe nordestino. Radicado no turfe paulista, Antonio Cesar Almeida Silva, 21 anos, natural de Garanhuns, agreste pernambucano, recebeu matricula provisória para exercer a profissão na Madalena. No programa o nome usado é A.C.Almeida.

- Depois de 15 anos de existência, o Stud 13 finalmente conseguiu a façanha de tirar uma foto com um animal tordilho. Great Event venceu de poste a poste o 6º páreo com a ótima condução do estreante A.C.Almeida, que mostrou esta muito nervoso momentos antes da estréia.

- São alojados em cocheiras do Hipódromo da Madalena os animais da geração 2012 do Haras Depiguá.

- Dos quatro potros recém-chegados, três são filhos de Recompensado e um de Mindight Prince. Os filhos de Recompensado são: Eh Uchôa (Recompensado e Caá Cati), do Stud C.M.L.-Recife, é o primeiro filho de Recompensado nascido no Haras Depiguá. Está aos cuidados do treinador R. Gomes, também responsável pelo treinamento de Eh Bomdemais, o filho de Midinght Prince (na égua Angelica Hunter), de propriedade do criador.

- Na cocheira do treinador Alexandre Magno Bezerra está o potro Eh Ocara (Recompensado e Friend For Ever), do Stud Cortez-PE.

- Eh Maravilha (Recompensado e Dabbene) e Eleakim (Recompensado e Anabbele), ambos da Coudelaria FBL, estão alojados nas cocheiras do Haras Bongy, com o treinador W. F. Nascimento. Os potros Eh Uchôa e Eh Bomdemais já foram iniciados nos trabalhos de doma no paddock.

- Nasce em Feira Nova o primeiro produto do stud Remar, o  mais novo centro de criação de PSI do nordeste.

Setembro

- No dia 05 de setembro é realizado a 5ª corrida da temporada. Cinco páreos são realizados com o destaque para a inscrição de Stockholder que reaparece depois de vários fracassos.

- Depois de vários fracassos no areão pernambucano, o alazão Stockholder voltou a vencer resgatando toda a confiança dos turfistas que não mais acreditavam em sua recuperação.

- O treinador M.Ferreira acreditava que o filho de Dancer Man faria uma boa corrida e poderia até ganhar o páreo. E foi o que aconteceu, Stockholder, para mim era como um vulcão adormecido que a qualquer hora poderia acordar e foi o que aconteceu, mas ele ainda não esta cem por cento do que queremos disse o treinador.

No páreo de abertura, Jeux D’Amour confirmou o seu favoritismo e derrotou Concept nos metros finais após uma acirrada disputa nos metros finais.

-  No 2º segundo páreo, Validitá não teve dificuldade para voltar à foto da vitória. A filha de Yagli (USA), se apresentou bem melhor em relação às últimas corridas.

-No 3º páreo, Lampião do Birigui precisou de 95.8s, para derrotar em final de muito rigor Uluru, e Aero-Bomb, que formou a trifeta.

- No páreo reservado para animais da raça pônei, Miucha e Maçã foram as vencedoras. Após uma acirrada disputa da partida a chagada com Miucha vencendo com a diferença de meio corpo para Maçã.

- Mesmo com cinco páreos de PSI com quatro animais em cada páreo, e um páreo para animais da raça pônei, o publico presente surpreendeu lotando grande parte das arquibancadas.

- Dia 28 de setembro é disputada a 2ª prova da triplice Coroa Pernambucana.

- Favorita absoluta na segunda prova da tríplice coroa pernambucana, a égua Clever Miss, uma  fêmea castanha 3 anos, filha de Hard Buck e Sushi. Criação do Haras Santa Luzia da Água Branca. Propriedade do Stud R&R. Treinamento de  Alexandre Magno Bezerra, deu mais um passo rumo ao titula da tríplice coroa 2014 do turfe pernambucano. O páreo foi reduzido a três animais devido o forfait do animal Frenético do Stud Cortez-PE. 

- Aristocrata,  Stud Cariri do Recife estréia com vitória no 3º páreo 1000 metros, derrotando Normandia Xis. J.Júlio conduziu o vencedor que cravou 60.1 para a distância. Viril com a condução de L.Henrique também estreoi com vitória no 1º páreo também na distância de 1000 metros.
Pela primeira vez, o turfe pernambucano leva uma grande comitiva para disputar uma programação no Derby Club Sobralense. A caravana pernambucana parte com 18 animais para programação festiva do grande prêmio Oman Carneiro.

- De Pernambuco, a égua Flyness do Haras Pernambuco e Salgueiro, Stud Pedrosa foram os mais bem colocados na programação do derby Sobralense. Flyness venceu e Salgueiro formou a dupla no principal páreo da programação.

- Conhecido nos programas do Jockey club Brasileiro, o jóquei Jefferson Teles da Silva Santos, 18 anos, ex-aluno da escola de formação de jóqueis do turfe carioca, é uma das atrações da programação do turfe pernambucano.  Alagoano de Paulo Afonso, ele é sobrinho do jóquei Juvenal Machado da Silva, um dos melhores jóqueis  que atuou no turfe brasileiro.

Outubro.

- Destaque para XIII edição do Grande Prêmio Manoel Medeiros.

- Dia 19 de outubro, o turfe pernambucano viveu mais um dia de emoção com a disputa do XIII GP Manoel Medeiros. A programação, com alguns percalços, começou pela manhã e finalizando às 17h20min, com a Prova Especial Ana Conceição de Aguiar Valença, reservada a animais da raça pônei. O principal páreo da programação GP Manoel Medeiros, foi vencido pelo alazão Vuole Soldi, com impecável condução do jóquei M. Oliveira.
Com 100% de aproveitamento, Aristocrata, com F. Benone, que também é seu  treinador, deu um passeio nos 1.100 metros do Clássico Zélia Dias Medeiros, 7º páreo, assinalando 66s4 e arranhando o recorde, que é de 66s3, registrado em 2003 por I Love Dancer. Frajola formou a dupla.

- Com 100% de aproveitamento, F. Benone também venceu com Lampião de Birigui, derrotando Vantaggio em final bastante disputado.

- Com muito sacrifício, Beirut venceu o páreo de abertura, derrotando Donna do Gravatá em final de rigor.

- No 2º páreo, 2ª prova da Tríplice Coroa pernambucana, com a deserção da égua Clever Miss, que já havia vencido as duas primeiras provas, o páreo ficou reduzido a dois competidores. Dr. Marcação e Velha republica, que venceu o páreo mais fácil da programação já que na reta de chegada Dr. Marcação cravou e terminou a prova a passo.

- Great Event, pilotado por A. C. Almeida, reapareceu com vitória, em final dramático, sobre Nohar, que entrou a reta final com pinta de vencedor.

- O Haras Bongy estréia a égua Sirigaita, uma irmã inteira de Frajola.

- No 4º páreo da manhã, Prêmio Ernani Pires Ferreira, Freedom Forever deu um passeio na raia sob a direção de Z. M. Rosa. Robinson Cruzoé formou a dupla, com Fofo Corredor em terceiro.

- Valoroso não foi apresentado no 5º páreo, o que facilitou a vida de Just Alone, que só precisou ganhar de Missil, pois Artistic Quality ficou praticamente parado no boxe, largando com muito atraso.

- No 6º páreo, o cavalo Dutch Harbor, que vinha ponteando a corrida desde a largada, na entrada da reta de chegada, alertado no lado direito pelo jóquei F. E. Souza atirou-se para dentro e chocou-se contra a cerca e caindo no pião do hipódromo.  Após avaliação médica, o jóquei F. J. Souza, que teve muita habilidade para evitar acidente mais grave, montou no páreo seguinte e levou o estreante Kaepernick a uma sensacional vitória após emocionante disputa com a também estreante Sirigaita.

- Na prova Ana Conceição de Aguiar Valença, reservada para animais da raça pônei, também não faltou emoção: uma chegada de arrepiar entre Comanche (Wilkler Xavier) e Único (Luiz Henrique). O jóquei Diego Soares, de John Kiles, caiu na partida.

- Três reforços vindos do turfe paulistano chegaram a Madalena. Chegaram os animais Ballian, para o Stud São José dos Bastiões, Dancer New Man, para o Stud Cortez-PE e Orvalho, para o Haras Pernambuco.

- Os animais Quebonitoé, e mais um potro que viriam para o stud São José dos Bastiões ficaram para vir em outra viagem. Segundo informou o treinador C.A.Nascimento, que foi exclusivamente para acompanhar os animais do Stud São José dos Bastiões, Quebonitoé não embarcou por problemas de saúde, e o potro a documentação não estava em dia. Os animais desembarcaram no Jockey Club de Pernambuco às 12h30min.

Novembro.

- Com uma programação de seis páreos, é realizada no domingo 09 de novembro, a última programação que antecede o festival do grande prêmio Edisio Pereira. A programação é em homenagem a ex-jóqueis que já atuaram no turfe pernambucano.

- Intuition, o castanho do Stud Asa Branca venceu de bandeira a bandeira a chamada especial, Reginaldo Sobral, principal páreo da programação que serviu de preparatória para o grande prêmio Edisio Pereira 2014. Montado pelo jóquei, A.C.Almeida , que também garantiu uma vaga para disputar o Edisio, Intuitio fez um percurso impecável deixando o estreante Ballian na formação da dupla.

- No pareo de abertura da programação que levou um grande publico ao jockey, vitória fácil de Viril com Anderson Paiva, que veio de férias para o Recife.

- Anderson Paiva é convidado para montar Silent Blue no GP. Edisio Pereira 2014

- Trick Indy, do Stud 3 Irmãos faturou o 2º páreo com a condução de W.Gomes.

- Comandante Fahin foi outro que desencabulou e foi para foto da vitória do 3º páreo, fazendo a festa dos titulares do Stud C.M.L-Recife.

- No 4º páreo 1.500 metro, Chamada Especial Vicente Marinho, Missil, deu o ar da graça e a turma do Stud Bloco Os Legais, invadiram a raia dando inicio comemoração que foi até o final da programação. Royal Pacific, o cavalo de ferro, rei do placê,  como é conhecido na Madalena, mais uma vez formou a dupla, com o maior rateio da programação pagando R$.40.40, para cada real apostado.

- No 5º páreo,  Normandia Xis, pagando pule de vencedor de R$.6.30 para cada real apostado. A dupla com Aertenus Fulgor pagou R$. 12.60.

- Com  uma chegada de tirar o fôlego entre os animais da raça pônei, Único, montado por Antony Cardoso e John Kiles montado por João Victor (Don Babito) uma grade promessa do turfe pernambucano. A corrida foi decidida no fotochar, com um empate entre os dois. Zorro chegou em terceiro e Lucatone na última colocação.

- Titulares do Stud Remar anunciam que Tank Boy não vai mais correr na Madalena e vai
para reprodução. Uma fratura no sesamoideo  encerra a campanha do filho de Wild Event, que é levado para sede da fazenda Remar no município de Feira Nova.

- Uma grande noticia para a criação pernambucana. A parceria do Haras Depiguá e Haras Basano agitam os bastidores do turfe pernambucano.

- Turfe brasileiro de luto. Morre o jóquei Dauto Duarte.

- É formada uma grande programação para o festival do XXIV Grande Prêmio Edisio Pereira.
O titular do stud São José dos Bastiões, Paulo Paiva convida o prata da casa W.Gomes para conduzir Ballian no GP. Edisio Pereira

- Forte cólica mata o cavalo Freedom Forever.

- Le Bar, que reapareceu nos 1.700 metros do prêmio Flávio Barbosa fracassou e teve sua lesão agravada. Semana depois o mesmo teve a campanha encerrada sendo levado para cobrir éguas quarto de Milha na cidade de Gravatá.

- Com a perfeita condução do jóquei Z.M.Rosa, o castanho Que Espetáculo, um filho de Northen Afleet (USA) e Clausen Export (USA). Propriedade do Stud Sampaio e Ribeirão, venceu com muita classe o clássico Severino Ferreira Maia/ Carlos Frederico Ferreira Maia (Neno Maia).  Bolgheri formou a dupla com Olympic Leader na trifeta.

- com uma forte lesão no tendão, El Macareno fecha raia e fica fora do Bentão 2014.

- First Point fez a festa dos turfistas de Sobral. Dr. Guarany Mont A’veni, o embaixador do turfe nordestino comandou com muita alegria a foto da vitória do filho de First American, que teve a condução de J.Júlio e foi apresentado na pista pelo treinador J.R.Cifuentes.


- mais um animal morre de cólica na vila hípica. Salgueiro do stud pedrosa não resistiu ao mal e morreu no domingo 30/12.

- Na prova Especial, Ricardo Pereira, destinada a animais da raça pônei, a vitória foi de Maverick, com a condução de Juan Pablo. Único, com Antony Cardoso formou a dupla.

- Com o total apoio dos turfistas do Rio Grande do sul, e a dedicação exclusiva do titular do Haras Pernambuco, Fábio Câmara,  Pela primeira vez as corridas são transmitidas ao vivo através do site do Jockey Club de Pernambuco o  www.jcpe.com.br.
Nos 1.200 metros do Clássico Carlos Martins de Medeiros, Aristocrata e Frajola fizeram reta final empolgante. Aristocrata venceu por diferença mínima cravando 74s nos 1.200 metros. Andromeda Lover, que corria muito no final, formou a Trifeta. 

 - De bandeira a bandeira. Ballian vence e bate o recorde no XXIV Grande Prêmio Edisio Pereira, na firme tocada do jóquei prata da casa Wesley Gomes, que começou a chorar logo após cruzar o disco vitorioso.

- O treinador M. Ferreira, responsável por Ballian, em tarde de muita inspiração, ganhou também com Dapê do Depiguá (1º páreo) e Rad (3º páreo). No dia anterior, M. Ferreira já havia vencido com o castanho Uno Prospector, que igualou o recorde dos 1.200 metros.

- O jóquei W.Gomes é mais jovem piloto a conquistar o grande prêmio Edisio Pereira.

- O Stud Silver Blue Star perde mais um animal. Dessa vez foi Grand Central, que caiu nos 500 metros finais, na disputa do grande prêmio Edisio Pereira.

- Um grupo de bandidos entra no Jockey e leva toda a renda do grande prêmio Edisio Pereira. Alguns proprietários abdicam de receber os seus prêmios e ajudam o JCPE a se recupera do prejuízo que passou dos R$. 60.000.00

Dezembro.
- Turfe pernambucano de luto: Morre o Ex-presidente Ricardo Godoy. Ricardo foi presidente do JCPE na década de 90. Ocupou os cargos de presidente nos anos de 1991, 1992, 1995 e 1996. Titular do Stud Spumão, Ricardo venceu duas Edições do grande prêmio Bento Magalhães.  Venceu com Maorgan Way em 1989, e com Milwaukee em 1995. Ricardo deixa esposa, Dra. Silvia Godoy, e três filhos. Thiago Godoy, presidente da comissão de corrida, Matheus e Caio. A direção do Jockey Club de Pernambuco decretou luto oficial por três dias.

- Depois de passar um mês sem atividade devido os preparativos para o , o turfe pernambucano se prepara para mais uma grande festa, o grande prêmio Bento Magalhães, a maior festa do turfe nordestino.

- O Stud Rafael A.Salomão, adquiriu do Stud São José dos Bastiões, o animal Gilcrease.

- M.L.Maciel passa a treinar os animais do stud 3 irmãos

- Nos bastidores do turfe pernambucano não se falava de outra coisa a não ser a vinda do melhor jóquei do mundo o brasileiro Jorge Ricardo, que por motivos de contrato no turfe Argentino só pode atuar na programação do domingo dia 21/12.

 - Z.M.Rosa, F.Henrique, J.T.Silva, J.Ricardo, B.Reis, A.Queiroz e Alan Maciel e o treinador D.Guignoni foram os ilustres convidados que atuaram diretamente no festival do Bentão 2014. Os jóqueis V.Gil e V.Borges não vieram por motivo de contratos firmados no turfe carioca. C.G.Neto, seria o jóquei de El Macareno e A.Mesquita, montaria os animais do Stud 13 que não participou da programação. Apenas o animal Robinson Cruzoé,  correu com a farda do Stud 13.

- O ex-joquei Juvenal Machado da Silva, também foi um dos destaques na festa do Bentão 2014.

- Attaque, com F.Henrique vence o Clássico Claudio Santa Cruz, deixando Top Falcon na formação da dupla. F.Henrique ta,bem venceu com Gigante, o 2º páreo do sábado.

- No 1º páreo, Bordelo, com F.E.Souza tirou muito proveito da briga entre Felix Léo e Orvalho, que resultou na desclassificação do primeiro. Bordelo arrancou por fora e garantiu a fatura para o stud Mauricio & Irmãos Benevides.

- No 2º páreo, o favorito absoluto Uluru chegou na última colocação chegando a parar nos metros finais. Gigante, com F.Henrique fez a festa dos titulares do Stud Kamaro,  do turfe cearense.

- Bolgheri (Z.M.Rosa) e Kaepernick (F.E.Souza) disputam palmo a palmo a Chamada Especial José Maria Sampaio. Os dois jóqueis reclamaram possíveis prejuízos de um a o outro, mas a comissão de corrida decidiu confirmar o páreo pela ordem de chegada dando a Bolgheri a vitória nos 1.800 metros, que foi muito comemorada pelo titular do stud Sampaio. Fernando Sampaio.

- Diego Soares, Guigui, leva o pônei Sobral, a uma linda vitória na carreira de encerramento da programação do sábado. Mourão, com Dayvid Silva formou a dupla.

- No domingo a festa começa com a vitória de Manaira, favorita absoluta nas apostas.  De propriedade do Stud Remar, Manaira teve a condução do Aprendiz L.Henrique.

- O Grande Prêmio Bento Magalhães, prova reservada para produtos de 3 anos e mais idade é disputada as 17h15min, 18h15min, horário de Brasília. Nove animais foram alinhados na seta dos 2.400 metros.

- A comissão de corrida optou por não usar o Box que foi doado pelo Jockey club de São Paulo, e a largada do Bentão foi dada com muita segurança pelo antigo partidor.

- É de Montardon o 46º Grande Prêmio Bento Magalhães. Montardon é um filho de Northern Afleet e Fit To Fly por Ghadeer, de criação do Haras Santa Maria de Araras e de propriedade do Stud São José dos Bastiões e Ribeirão. Ele chegou a sua décima vitória em 23 apresentações, sendo essa a sua primeira apresentação / vitória em Madalena. Preparado por D.Guignoni e conduzido por B.Reis, Montardon registrou o tempo de 2m37s80 para os 2.400 metros, quebrando o recorde da pista. 

J.Ricardo. O melhor do mundo da um show de montaria e encanta os turfistas pernambucanos.

- O melhor jóquei do mundo, o brasileiro Jorge Ricardo, a maior atração do festival do 46º Grande Prêmio Bento Magalhães deu um verdadeiro show na pista da Madalena, e encantou o publico com sua simpatia. Desde a sua chegada ao hipódromo às 13h30min, Ricardo foi bastante assediado pelos turfistas e aplaudido pelo publico assim que pisou no padock. No cânter da primeira prova que participou, Ricardo foi mais uma vez aplaudido de pé pelos milhares de turfistas e admiradores que lotaram as arquibancadas para assistir o show do melhor do mundo que levou para o disco quatro animais dos cinco que montou.

- Ricardo venceu o segundo páreo com Robinson Cruzoé, o terceiro com Albore, o quarto páreo, grande prêmio Pedro Allain Teixeira com Briliante King e o quinto páreo, o grande prêmio Romeu Medeiros com Uno Prospector.

- Bastante assediado pelos seus fãs, Ricardo fez questão de atender a todos que queria tirar fotos e a imprensa que o acompanhou desde a sua chegada no hipódromo. Não tenho palavras para agradecer o carinho do povo do Recife. Nem na Argentina eu fui tão assediado

- Titulares do Stud Entre Amigos decidem encerra a campanha de El Macareno, e o mesmo será aproveitado na reprodução.

- Comissão de corrida cancela a matricula do Jóquei Z.M.Rosa, que fica proibido de montar no hipódromo da Madalena.

- O titular do Stud São José dos Bastiões, Paulo Paiva termina seu mandato de presidente do JCPE com chave de ouro realizando o sonho de milhares de turfistas pernambucanos que era ver J.Ricardo montando na pista pernambucana. Rinaldo do Rego Barros, um dos titulares do Stud R&R, é leito para dirigir o turfe pernambucano a partir do dia 01 de janeiro de 2015.












Retrospectiva do turfe pernambucano.- Parte I

JCPE.
- Um ano bastante positivo para o turfe pernambucano, que encerrou o ano com chave de ouro contando com a presença do melhor jóquei do mundo o brasileiro Jorge Ricardo. No total foram realizados 172 páreos, do dia 12 de janeiro a 21 de dezembro.

- A primeira reunião do ano foi realizada no dia 12 de janeiro de 2014. Cinco páreos foram disputados sendo todos os páreos chamados especial. O primeiro na distancia de 1.700 metros venceu a égua Montaigner Avenue, do Stud Remar,  com a condução de M.Silva. Holandesa, Stud Ganny formou a dupla. Completaram o campo da prova os animais Capibaribe e Antisocial. Oreco não foi apresentado.

- O ultimo páreo foi disputado na distancia de 2000 metros, Vulcano Danz, defendendo a farda do stud Big Boss venceu com a segura condução de L.Henrique ap-3. Hard Prospector formou a dupla, se seguido de Qua Qua Qua e John The Doctor. O tempo foi de 129.6s. A pule de vencedor pagou R$.17.40, e a dupla (34) R$. 24.00.

Fevereiro

- A segunda corrida do ano foi realizada no dia 13 de fevereiro. El Macareno, com J.Júlio no dorso e treinamento de J.R.Cifuentes venceu o principal páreo da programação uma chamada especial para produtos de três e mais anos, na distancia de 1.400 metros. Aventurado Given formou a dupla com Frajola em terceiro.

- Lance Genial, do stud Big Boss foi a única estréia da programação. O filho de Inexplicable chegou na última colocação. O páreo foi vencido pela égua Flyness, do Haras Pernambuco.

- No dia 23 de fevereiro foi disputado na distancia de 2000 metros, o clássico Mario Ferman. Defendendo a farda do Stud 3 Irmãos, Vuole Soldi se sagrou-se vencedor cravando o tempo de 132.4s. Tank Boy formou a dupla, com Augusto Purse na trifeta. Os demais vencedores da programação foram. Noted 1º páreo, Camp Nou 2º páreo, El Macareno o 3º páreo e Ramatuelle o 4º páreo.

Março

- No dia 09 de março de 2014 foi realizada a 15ª corrida da temporada com a realização de quatro páreos de animais PSI, e um reservado para animais da raça pônei.

-Montaigner Avenuer, com L.Henrique vence o principal páreo da programação um  prêmio especial disputado na distancia de 1.800 metros. Intuition formou a dupla, com Hard Prospector em terceiro. No páreo reservado para animais da raça pônei, a vitória foi de Pandora, com a condução de Juan Marques.

- No dia 23 de março, é realizada a primeira programação festiva do ano. O II grande prêmio Sérgio Paiva. Oitomprovas foram disputadas, sendo a última para animais da raça Pônei.

- Mostrando esta em ótimo estado de corrida, o alazão Vuole Soldi, mais uma vez faz brilhar a farda do stud 3 Irmãos, ao derrotar Montaigner Avenue e, final de muito rigor. Entre os animais da raça pônei, Miucha, com Luiz Henrique venceu a prova que homenageou a Sra. Ione Maria C.Paiva.

Abril

- As corridas voltam a ser realizadas no dia 21 de abril. Mais uma vez a comissão de corrida só conseguiu formar quatro páreos de animais PSI, e um para animais da raça pônei. Taça Tiradentes.  A programação foi em homenagem aos 95 anos do Jornal do Commercio. Apresentado em excelente estado pelo treinador W.Maciel, o castanho Salgueiro fez brilhar a farda do Stud Pedrosa, vencendo com muita autoridade a Chamada Especial 95 Anos do Jornal do Commercio. Hard Prospector formou a dupla, com Le Bar em último. Full Poket não foi apresentado.

- Só uma reunião foi realizada no mês de abril

Maio

- No mês de maio, o turfe pernambucano promove duas reuniões. A primeira no dia 04 de maio com seis provas, sendo cinco chamadas especiais para animais PSI, e uma corrida para animais da raça pônei. John The Doctor, com A.M.Marinho, defendendo a frada do stud Ganny vence o principal páreo da programação disputado na distancia de 1.500 metros.

- No dia 18 de maio a direção do Jockey Club de Pernambuco presta homenagem aos 109 anos do Sport Club do Recife. 

- Oito páreos de PSI e um de pônei são disputados na tarde do domingo todos com denominação aos departamentos e a membros da diretoria do Sport Club do Recife, que não se fez presente no jockey.

- Le Bar, do Stud 13 venceu o principal páreo da programação, Chamada Especial 109 anos do Sport Club do Recife.

Junho

- No dia 01 de junho de 2014, é disputado na distancia de 1.200 metros, o clássico Tanara Tecfil. Conduzido com maestria pelo aprendiz Leandro Henrique, Uno Prospector, do Stud Ribeirão deu um banho nos adversários cravando o tempo de 74.5s para a distância. Goldlocks formou a dupla, com Missil em terceiro e Aventurado Given na última colocação.

- No dia 15 de junho de 2014, as principais seleções que disputavam a copa do mundo no Brasil são homenageadas na programação do Jockey Club de Pernambuco. A comissão de corrida elaborou uma excelente programação com nove páreos, sendo os destaques para o 8º em homenagem a seleção brasileira na distância de 2000 metros e o clássico Copa do Mundo, disputado na distancia de 1.100 metros.

- Tank Boy, do Stud Remar foi o vencedor do clássico seleção Brasileira, e Frajola, do Haras Bongy venceu com a condução de F.Sales o clássico Copa do Mundo. O favorito Goldilocks formou a dupla, com o estreante Tikatche na trifeta.


- O aprendiz D.Rodrigues estréia na Madalena. A estréia é na programação do Clássico Viva Saúde. Pedro Darlan Rodrigues, 16 anos, 48 quilos, natural de Sobral. Com o peso e porte físico ideal para exercer a profissão de jóquei, D.Rodrigues, o nome que vai adotar nos programas do turfe pernambucano.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Jóquei Z.M.Rosa tem matricula cancelada no turfe pernambucano.

Z.M.Rosa tem matricula cancelada
na Madalena
O jóquei Zeferino Moura Rosa, que sempre marca presença nas principais festas do turfe pernambucano, teve sua matricula cancelada pela comissão de corrida do Jockey Club de Pernambuco. Z.M.Rosa foi pego nos artigos 142, 139 e 189 do CNC. A primeira punição, Artigo 142 foi no sábado 20, na disputa da Chamada Especial José Maria Sampaio, quando o mesmo  montando Bolgheri, na reta oposta puxou o chicote do jóquei de Vantaggio, Alan Maciel. Poe esta punição, Z.M.Rosa foi apenado com 30 dias de suspensão.
No domingo 21, no dorso de Fukugawa, Z.M.Rosa foi enquadrado no artigo 139 do CNC, e também no Artigo 189, o que levou ao cancelamento da matricula. O festival do grande prêmio Bento Magalhães, Rosa montou os animais do Stud Sampaio e Sampaio & Ribeirão ganhando apenas um páreo com Bolgheri.

Alem da punição ao jóquei Z.M.Rosa, a comissão de corrida decidiu também:
Baixar  por tempo de inatividade o animal Ifigenio (58) da 9ª para 10ª turma.

Convocar todos os jóqueis e aprendizes em atividade no hipódromo da Madalena, para  aferirem o peso no dia 07/01, após as inscrições.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

É de Montardon o 46º Grande Prêmio Bento Magalhães.

Primeira passagem no diaco.
Ballian dá o rítimo da corrida.
O Jockey Clube Pernambucano programou a sua festa máxima nesse final de semana. Com a reunião de sábado e domingo, os principais holofotes estavam virados para a programação de hoje, com a disputa do 46º Grande Prêmio Bento Magalhães.
O Grande Prêmio Bento Magalhães, prova reservada para produtos de 3 anos e mais idade, disputada as 17h15min, 18h15min, horário de Brasília domingo 21/12,  onde 9 animais foram alinhados, teve a firme vitória de Montardon. 
No pulo de partida, Fukugawa largou como um foguete e assumiu a liderança, mas Ballian também acelerou e fez questão de assumir a liderança. Olympic Leader, Montardon e os demais competidores, surgiam em seguida. Pela primeira passagem pelo disco, Ballian seguia na liderança, mas Volver a Ganar e Montardon vinham com fome pelo lado de fora. Os demais competidores vinham logo em seguida, formando apenas um pelotão no páreo. Na reta oposta, Ballian permanecia na liderança, mas Montardon começou a engrenar por fora e ultrapassou facilmente Ballian. Volver a Ganar foi atrás de Montardon. Ao contornarem a curva e entrarem na reta final, Montardon buscou o externo da pista e começou a definir o páreo. Abrindo boa vantagem, Montardon foi a galope até o disco final, onde se consagrou campeão do 46º Grande Prêmio Bento Magalhães. Vuole Soldi foi o segundo colocado. Neuchatel foi o terceiro.
Montardon é um filho de Northern Afleet e Fit To Fly por Ghadeer, de criação do Haras Santa Maria de Araras e de propriedade do Stud São José dos Bastiões e Ribeirão. Ele chegou a sua décima vitória em 23 apresentações, sendo essa a sua primeira apresentação / vitória em Madalena. Preparado por D.Guignoni e conduzido por B.Reis, Montardon registrou o tempo de 2m37s80 para os 2.400 metros, quebrando o recorde da pista. 
O melhor do mundo da um show de montaria e encanta os turfistas pernambucanos.
A família Medeiros veio  prestigiar o grande
o campeão Jorge Ricardo. 
O melhor jóquei do mundo, o brasileiro Jorge Ricardo, a maior atração do festival do 46º Grande Prêmio Bento Magalhães deu um verdadeiro show na pista da Madalena, e encantou o publico com sua simpatia. Desde a sua chegada ao hipódromo às 13h30min, Ricardo foi bastante assediado pelos turfistas e aplaudido pelo publico assim que pisou no padock. No cânter da primeira prova que participou, Ricardo foi mais uma vez aplaudido de pé pelos milhares de turfistas e admiradores  que lotaram as arquibancadas para assistir o show do melhor do mundo que levou para o disco quatro animais dos cinco que montou. Ricardo venceu 0 segundo páreo com Robinson Cruzoé, o terceiro com Albore, o quarto páreo, grande prêmio Pedro Allain Teixeira com Briliante King e o quinto páreo, o grande prêmio Romeu Medeiros com Uno Prospector.
Bastante assediado pelos seus fãs, Ricardo fez questão de atender a todos que queria tirar fotos e a imprensa que o acompanhou desde a sua chegada no hipódromo. Não tenho palavras para agradecer o carinho do povo do Recife. Nem na Argentina eu fui tão assediado pelos meus fãs.  Quero agradecer a todos o carinho e atenção que tiveram comigo e minha família. Quero voltar no próximo ano porque essa é uma festa sem igual. O calor humano e a paixão pelas corridas de cavalo fazem a diferença das demais festas que eu já participei. Disse o campeão. Em uma das suas entrevistas ao vivo no site do Jockey Club de Pernambuco, Ricardo disse que gosta muito de voltar nos lugares onde é bem tratado. Quero voltar no próximo Bento. Falou  J.Ricardo.
Resultados oficiais do festival do 46º Grande Prêmio Bento Magalhães

1º páreo 1.100 metros
Prêmio: Valter S.Lopes
1º  Manaira                       L.Henrique ap-2
2º  Lutador                        A.Paiva
3º  Decente do Depiguá  F.Henrique
4º  Fast Action                  E.Lima ap-4
Venc (2) R$. 1.50  dupla (25) R$ 2.80   tempo 70.4s. Não correram  Carolet Purse   Concept
Manira com Leandro Henrique vence o páreo de abertura da programação.
2º páreo 1000 metros
Prêmio Jornal do Turfe.
1º Robson Cruzoé          J.Ricardo
2º Normandia Xis           F.E.Souza
3º Flyness                        A.Queiroz
4º Aero-Bomb                 L.Henrique ap-2
5º A Big Winner              E.Lima ap-4
6º Sonho Real                 J.T.Silva 
Venc. (6) 1.50  dupla (61) R$. 3.30.  Tempo 60.5s
 
Com Robinson Cruzoé,  começa o show do melhor do mundo
3º páreo  1500 metros
Prêmio Victor Paim
1º  Albore                         J.Ricardo
2º Lampião do Birigui     A.Queiroz
3º Missil                            L.Henrique ap-2
4º Hard Propspector       B.Reis 
5º Montaigne Avenue    A.Paiva
6º Juca Bala                      W.Santiago
7º Lord Purse                    F.H.Costa
8º Royal Pacific                E.Lima ap-4
9º Ghetto Werrior           J.Júlio
Venc (7) R$. 1.60  dupla R$. 13.10.  Tempo 96.3s
 
A espetacular condução no dorso de Albore
4º páreo 1.700 metros.
Grande Prêmio: Pedro Allain Teixeira.
1º Brilhante King            J.Ricardo  
2º Sirigaita                       A.Paiva
3º Rocco Man                  J.Júlio
4º Que Espetáculo          Z.M.Rosa
5º Alta Definição             A.Maciel 
6º Big Brutus                    A.Queiroz
Venc (4) R$. 1.90  dupla R$. 4.10  tempo 111.6s. Não correu  Ferucci Mio
Mais uma vez o craque fez a diferença.
5º páreo  1000 metros.
Grande Prêmio: Romeu Medeiros.
1º Uno Prospector             J.Ricardo
2º Frajola                             A.Paiva
3º Andromeda Lover         A.Queiroz
4º Aristocrata                     F.Benone
5º Blue Trix Mix                 F.Henrique 
6º Quebonitoé                   Fábio Silva
7º  Fala Nadavi                   B.Reis
Dessa vez foi com Uno Prospector. Dalhe Ricardo!
6º páreo 2.400 metros
GRANDE PRÊMIO:  BENTO MAGALHÃES
1º  Montardon                 B.Reis
2º Vuole Soldi                  A.Maciel 
3º Neuchatel                    A.Queiroz
4 ºVolver A Ganar           F.Henrique
5º Volver A Ganar           F.Henrique
6º Fukugawa                    Z.M.Rosa
7º Ballian                          J.Ricardo
8º Intuition                       A.Paiva
9º Olympic Leader           F.E.Souza

Venc (7) R$.3.60  dupla (78) R$. 36.90. Tempo 157.8s – Record.
Bruno reis deu um show de montaria e venceu o Bentão com Montardon

Com chave de ouro o presidente do JCPE,
 Paulo Paiva encerra o mandato e o ano hípico.


Reportagens. Chico Mendonça, Luiz Melão e karol Loureiro.

sábado, 20 de dezembro de 2014

Fã de Ricardinho conta as horas para recepcionar o grande campeão.

Erb Carlos: Fã do melhor do mundo.
É normal acontecer com atletas do futebol, vôlei, pilotos de automobilismo e esportes mais conhecidos que estão na mídia ser recebido por fãs após uma jornada de competição ou quando chega para disputar uma importante prova. No Recife, isso também acontece, mas diferente de todos os estados brasileiro também acontece com jóquei, profissão muito desprestigiada no Brasil. Um turfista em especial diz que esta contando as horas e os dias para ir receber no aeroporto Gilberto Freire, o melhor jóquei do mundo. O brasileiro Jorge Ricardo, que será uma das grandes atrações do Bentão 2014.
O turfista  Erb Carlos, 41 anos, a 35 é frequentador do turfe pernambucano, Erb,se diz fã incondicional do Ricardinho. Disse que vai estar na primeira fila para dar as boas vindas ao grande campeão. Em 1987, quando esteve no Rio de Janeiro, Erb dispensou vários convites para conhecer e assistir uma grande partida de futebol no Maracanã. Erb Carlos preferiu ir ao jockey realizar um sonho, conhecer  J.Ricardo,  e ver de grande ídolo montando no hipódromo da Gávea. Acompanho a vida de Ricardinho bem antes da internet quando era bastante difícil ter informações sobre o dia a dia e suas atuações, mas agora esta bem mais fácil. Acompanho tudo sobre ele seja no Brasil,  argentina ou onde Le estiver.
Ao saber que Ricardo seria uma das atrações do Bentão 2014, Erb disse que custou a acreditar, mas passou a contar os dias, as horas,  e assim que terminou as corridas desse sábado na Madalena, Erb partiu na companhia de amigos e foi com um cartaz da as boas vindas ao grande campeão.

Esse Bento vai ficar para a história do Jockey Club de Pernambuco. Vai ficar na minha história. Eu nunca imaginava um dia ver esse super craque montando no Recife, mas graças ao presidente do Jockey, Paulo Paiva,  que não mediu esforço para realizar um sonho, não só meu, mas  de todos nós turfistas do nordeste. Falou emocionado o fá do Ricardinho. 

Attaque, com F.Henrique vence o Clássico Jornalista Claudio Santa Cruz.

Titulares do Stud Elite vibram com a vitória de Attaque no
Clássico Jornalista Cláudio Santa Cruz.
O castanho do Stud Elite, Attaque, representando o turfe do Ceará ganhou  o Clássico  Jornalista Claudio Santa Cruz, principal páreo da programação do prêmio dia do festival do 46º grande prêmio Bento Magalhães., disputado na distancia de 1.300 metros. Attaque correu sempre em terceiro na cola de Top Falco que disputou parte do percurso com cacique Nobre largou na ponta e liderou até a entrada da reta final. Nos 300 metros finais, Attaque muito bem conduzido por F.Herique dominou a corrida e partiu para o disco chegando com uma vantagem de mais de três corpos. Ataque foi apresentado em excelente estado de corrida pelo treinador F.A.Viana, cravando o tempo de 81.4s para a distância.
No páreo anterior, chamada especial José Maria Sampaio, 1.800 metros, Bogheri levou a melhor depois de uma chegada bastante disputada entre Bolgheri e Kaepernick. Houve reclamação de ambos os jóqueis, mas a comissão de corrida decidiu pelo resultado na ordem de chagada. O aprendiz Alan Maciel, que montou Vantaggio reclamou do jóquei Z.M.Rosa (Bolgueri), que puxou seu chicote na reta oposta. A comissão de corrida esta apurando o caso, mas até o fechamento dessa edição não havia sido divulgado alguma nota sobre o assunto.

No 1º páreo, Bordelo, com F.E.Souza tirou muito proveito da briga entre Felix Léo e Orvalho, que resultou na desclassificação do primeiro. Bordelo arracou por fora e garantiu a fatura para o stud Mauricio & Irmãos Benevides.
 No 2º páreo, o favorito absoluto Uluru chegou na última colocação chegando a parar nos metros finais. Gigante, com F.Henrique fez a festa dos titulares do Stud Kamaro, do do turfe cearense.
No páreo reservado para animais da raça pônei, a vitória foi de Sobral, conduzido por Diego Soares. Mourão, com Dayvid Silva formou a dupla.

Resultados.
1º páreo 1.100 metros
Prêmio Delegações Visitantes.
1º  Bordelo                          F.E.Souza
2º  Orvalho                          A.Maciel  ap-1
3º  Orvalho                          A.Maciel  ap-1
4º  Valoroso                        Z.M.Rosa
5º  Sorela Di Riva                 F.H.Costa
6º  Aeternus Fulgor            W.Gomes
Venc (3) R$4.50   dupla (35) R$. 28.40  tempo. 68.3s.  Felix Léo foi desclassificado em favor de Orvalho.
Bordelo deu um passeio na páreo de abertura do festival.
2º páreo  1.500 metros
Prêmio: Kelvin Turrin
1º Gigante                          F.Henrique
2º Passo de Ouro              A.Maciel ap-1
3º  Viril                                A.Paiva
4º  Donna do Gravata       W.Gomes
5º Sabor Olympico            W.Santiago
6º  Velha Republica          E.Lima ap-4
7º Uluru                              L.Henrique ap-2
Venc (2) 4.90  dupla (41)  R$. 50.90   tempo 99.s
Gigante: Leva F.Henrique a primeira vitória na Madalena.
3º páreo 1.300 metros
Prêmio : Marcelo Lefevre
1º  Alain                        A.Maciel
2º  Rad                          W.Gomes
3º  Fatinato                  L.Henrique ap-2
4º  Just A Lone             E.Lima ap-4
5º First Point                Z.M.Rosa
Venc (5) R$. 3.70  dupla (54) R$. 11.00.    Tempo
Alain: Um show de montaria do aprendiz A.Maciel. 
4º páreo 1.200 metros
Prêmio André Cunha
1º  Cuitelo                   W.Santiago
2º Tell It To                  F.E.Souza
3º Viva La Vie              A.Maciel ap-1
4º Energia Experiente   A.Paiva
5º Viva La Vie                 A.Maciel ap-1
6º Dapê do Depiguá     W.Gomes
7º Urano king                 F.H.Costa
8º Campeão Pedroca    F.Henrique
9º  Validitá                      L.Henrique ap-2
10º Beirut                       J.T.Silva
Venc.(4) R$. 3.40  dupla (41) R$.62.90   tempo 75.4s
Cuitelo fácil, com F.H.Costa.
5º páreo 1.800 metros
C.E. José Maria Sampaio.
1º  Bolgueri                   Z.M.Rosa
2º  Kaepernick              F.E.Souza
3º  Vantaggio                A.Macel     ap-1
4º Silent Blue               W.Gomes
5º Comandante Fhain   L.Henrique ap-2
6º  Trick Indy               F.H.Costa
Venc (5) R$. 1.30   dupla (52) R$. 7.80   Tempo 119.6s
Chegada acirrada entre Bolgheri e Kaepernick
6º páreo  1.300 metros 17h00min.
Clássico Cláudio Santa Cruz
1º Attaque                  F.Henrique
2º Top Falcon             W.Santiago   Est
3º Gilcrease                W.Gomes
4ª  Joe Diesel              F.H.Costa
5º  Cacique Nobre     A.Maciel
Venc. (4)  R4 2.60  dupla (43) R$ 18.10  tempo 81.4s   Não correu Vogante   
F.Henrique deu show na condução de Attaque no Clássico jornalista
Cláudio Santa Cruz.
7º páreo 200 metros – Animais da Raça Pônei
Taça: Eronildes de Andrade Moura   
1º  Sobral            Diego Soares
2º  Mourão         Dayvid da Silva
3º  Maverick       Gabriel Marttins
4º  Único             Antony Cardoso
5º  Landal            Jeova Waley
6º  Sony               Victor Correia
7º Lucatone       Mickael Nilson
8ºº Taichi             José Waley
9º  Comanche     Guilherme Rodrigues  
10º John Kiles      Wilkley Xavier

Venc (9)  dupla (9-10)  tempo 19.9s
A apertada vitória de Sobral, com a condução de Diego Soares
(Guigui)